segunda-feira, 2 de novembro de 2009

A Família:Primazia de Deus




Estamos em um tempo em que a inversão de valores, infelizmente tem sido uma constante em nossas vidas, mudando o sentido ético e moral do ser. Levando-o a esquecer os ensinamentos e as verdades cristocêntricas, induzindo-o a banalização do pecado, onde a ordem e a decência assumem valores antagônicos a visão divina. Formando uma visão degenerada de modernização e a incutindo em si.

Sabemos que a família é o centro do equilíbrio em Deus. E que, a união desta, a submissão dos seus ramos ( filhos), em obediência aos seus genitores, formará uma nação ordeira. Devemos primar pelos bons ensinamentos, e, digo isso, concernente a educação familiar. "Instrui a criança e não será preciso punir os homens" (Pitágoras).

A visão moderna, e nem por isso, certa, é de que todos têm que abundar em bens materiais, assim sendo, filhos são criados por babás, ou creches, assumindo costumes, que não os de suas raízes, longe dos pais, do seu zelo e do seu amor. Pouco tendo a oportunidade do convívio familiar e com as pequeninas coisas em família, que fazem a total diferença no crescer e nas lembranças futuras da criança, que tanto influenciarão no seu "psipuê."

Quando em casa é a TV, a fazer o papel da babá... A criança para! Vive como estátua, não exercita o corpo, nem a fala e, assim, segue sem que receba a atenção e o carinho que lhe é devido. A mamãe está sempre tão ocupada...

A criança vai crescer em revolta, apesar de todo o conforto, lhe falta o colo dos pais e a estes ninguém, nem coisa alguma suplantará! Haverá sempre uma lacuna, uma tremenda carência, que jamais será preenchida. E, por mais mordomias que ela possa ter, vai desejar ter bem menos, em troca da atenção e do amor que lhes é negado.

Lembro-me de uma criança que, em visita aos avós, estava frente a TV, pois, a avó estava a usar o PC. A criança, chamando a atenção da avó, disse: -Vem, vó, brincar...

E, a vó, querendo terminar o que estava à fazer, lhe respondeu: - Espere um pouco, estou indo!

A criança insistiu: -Não gosto de ficar só!

A avó se apressou em responder: -Mas, você não está só, eu estou aqui! E, você está assistindo TV...

A criança, respondeu, perguntando: -E a TV é minha família, é vó?

-Imediatamente, a vó, largou tudo para dar a devida atenção ao netinho...

Se os nossos filhos tiverem menos mordomias e mais amor... Serão eternamente nossos!

A carência afetiva familiar leva a criança, o jovem, a descobrir algo novo que suplante o vazio existente em cada um.Surgirão as más amizades, as drogas, a marginalidade, o caos, o terrível despertar da família, as perdas catastróficas!

Que Deus nos ajude a valorizarmos mais a família do que às riquezas.

Disse David O. Mackay: "Nenhum sucesso vale o sacrifício de um lar!"


EstherRogessi.Escritora.UBE Mat.3963.A Família:Primazia de Deus.Mensagem Reflexiva: A Família:Primazia de Deus.01/11/09.
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/a-familiaprimazia-de-deus
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Baronesa da Gothia Rogessi de A. Mendes (EstherRogessi). Pernambucana, outorgada com Título Nobiliárquico - Alta Insígnia BARONESA DA GOTHIA da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, DAMA COMENDADORA da Real Ordem dos Cavaleiros e Damas Rei Ramiro de Leão. Comendadora pelo CONINTER ARTES.. Escritora UBE/SP; Embaixadora da Paz (FEBACLA); Artista plástica, Membro Correspondente de várias Academias de Letras e Artes Nacionais e Internacionais. Consulesa e Comendadora. Tem escritos publicados em Antologias e Revistas Virtuais, no Brasil e exterior. Publicou o seu primeiro livro solo, pela Editora Literarte intitulado "Conflitos de uma alma" Romance ISBN 978-8-5835200-8-5 EstherRogessi recebeu várias premiações nacionais e internacionais.

Tesouros Escondidos...