domingo, 13 de fevereiro de 2011

POP ART - CONFLITOS





Quem é Daniel Day Lewis?


Certamente, inúmeras respostas se sucederão diante dessa pergunta.
Esteticamente, eu poderia dizer que é um dos homens mais belos do planeta – a revista inglesa Empire o elegeu um dos cinquenta homens mais bonitos do mundo no ano de 1990 –; poderia falar sobre as suas origens: nascido em Londres, filho de família influente, sua mãe - filha de judeus e atriz conceituada de nome Jill Balcon; seu pai o poeta laureado britânico Cecil Day-Lewis; sua irmã mais velha, de nome Tamasin Day-Lewis, conceituada cineasta, documentalista e chefe de TV.

O seu pai não denotava interesse pelos filhos, faleceu quando Daniel tinha 15 anos de idade.
Day não sentiu a sua perda, e, diante do fato, lamentou a sua falta de emoção - gostaria de ter sido mais íntimo de seu pai.

Daniel cursou escolas públicas e deixou os estudos aos 13 anos de idade.
Apaixonou-se pelas artes dramáticas; conseguiu um papel no drama Domingo Maldito - John Schlesinger-, com empenho e dedicação, buscou apreender – mais que aprender, pois, o que se aprende, pode ser perdido, porém, o que se apreende, segue conosco – as minúcias do ofício. O seu zelo e profissionalismo, o fez e faz de fato um dos homens mais belos do planeta: só voltou as telas dez anos após o seu primeiro papel, quando se considerou amadurecido e, apto para expor o seu talento e técnicas.

A representação, a dramaturgia, corria-lhe nas veias, ele quiz mais que isso: buscou si encontrar, para que pudesse representar e assumir os seus personagens. A fama da família, certamente, lhe abriria às portas - ele buscou ser porta e ter a sua própria chave.

Atuou em filmes para a TV, e, conseguiu papeis irrelevantes no cinema. Precisava de um papel marcante, impactante, que lhe permitisse colocar à mostra a sua versatilidade e potencial interpretativos - um desafio antes de tudo a si mesmo.
Aconteceu!

A sua chance de ouro surgiu com a proposta de atuação no filme "Minha Adorável Lavandaria " que, viria chocar a indústria cinematográfica americana. O filme em questão relata a paixão entre um ingles e um árabe – administradores de uma lavandaria.

Por este e outro filme lançado simultaneamente: Uma Janela Para o Amor, onde Daniel atua um personagem distinto, face ao primeiro, Day-Lewis recebeu o prêmio da Associação de Críticos de New York de o melhor ator secundário do ano.

À partir daí sucederam-se os convites para papeis marcantes.
Um dos mais impressionantes papeis de Day-Lewis, aconteceu no filme O meu Pé Esquerdo, show de interpretação, onde Lewis se negou de sair da cadeira de rodas, onde vivia o seu personagem, mesmo nos intervalos cinematográficos - queria absorver mais e mais, das limitações de seu personagem – Christy Brown – um quadriplégico filho de uma família pobre, irlandesa. Considerado por todos como que um inútil, teve em sua mãe, Ms. Brown o único apóio e reconhecimento de um ser inteligente. O único orgão funcional de seu corpo, o pé esquerdo, e, dessa forma, ele consegue ser escritor e pintor – sem dúvida esse filme nos traz uma maravilhosa lição de vida, tão bela e grandiosa quanto, a de Daniel Day-Lewis, buscando sempre, apreender e se aperfeiçoar, visando dar o seu melhor - respeito para consigo e para com o público.
À ele, os meus aplausos!




EstherRogessi.Crônica: Quem é Daniel Day Lewis? Escritora UBE. Mat.3963. Imagens Web.
Fonte de pequisa: Sapo Saber, 13/02/11.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

A pólio do eu



Fogo que arde


Visão deslumbrante à minha frente

Encontrei-te e jamais te esqueci...

Trago tua imagem guardada em mim

Lembranças do amor loucura, frenesi.

Meu corpo em contorções flames

... Em desejos, dentre eles, um à parte...

Labareda mais alta do fogo que arde.

EstherRogessi,Versos Livres: Fogo Ardente.Varal do Luna & Amigos, Nº 09 Edição 477.
07/02/11.

Direito Autoral



Liricamente Flame




Visão deslumbrante à minha frente
Encontrei-te e jamais te esqueci...
Trago tua imagem guardada na mente
Flasches d’amor frenesi... Enlouqueci!

Nas noites loucas quentes, doces e flames
Meu corpo em agonia: desejo noite e dia
Anseio que, hoje, assim me ames
Misto de sentires: rio e fogo dia a dia

Loucuras d’amor, vulcão em erupção
Cachoeira, desaguar, agitação...
Jorrar, desejos... dentre eles, um à parte

Labareda mais alta do fogo que arde
Luta travada, incontida - alarde!
Doce sofrer o amor é uma arte.

Soneto /by EstherRogessi


ODE AO SONETO


Estruturar-te... obra d’ourives
Métrica... rima, rumo ao existir
Explicitação do sentir – vives!
... Sublime deleite há no persistir

Fazer, refazer, lapidar, teia de letras
Lirismo poético, ode, Safro...
Musa eterna recordação traz
Flautas, liras, alaúdes - sofro!

Doce, santa prisão são tuas estrofes...
Quartetos, tercetos, elos decerto nobres
Quatorze versos sentires diversos

Sou tu’amante e tu meu amado...
Querido por tantos, assim desejado
Encantas-me, encanto-me, até o fim.


EstherRogessi.Ode ao soneto,09/02/11

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

A BOCA


Em si...
Sensual em suas múltiplas formas.
Comedida - pouco a comer.
Insaciável!
Entrada e saída de vida,
gozo... Dor!
Acalanto, amargor!
Tesouro, receptáculo
de uma espada d'ouro.
Guardiã de uma pluma
que baila num céu de carne.
Bainha...
De um punhal mortal,
que dilacera,
faz sangrar!
Tinteiro a umedecer a pena,
geratriz testamental
- a que reparte despojos que não seus -.
Gruta...
d' águas cristalinas,
a matar a sede.
Sepulcro
algumas vezes
caiado,
outras tantas,
a céu aberto...
A expelir peçonha!
Foço-te colorida,
multiplicidade!

EstherRogessi.



quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

FRANKLIN DELANO ROSELVET - EXEMPLO DE SUPERAÇÃO




O 32º presidente dos Estados Unidos(1933-1945), realizou quatro mandatos e morreu durante o último, foi o primeiro presidente a conseguir mais de dois mandatos, e será o único devido à 22.ª emenda.
Franklin Rooselvet contraiu poliomielite em 1921, aos trinta e nove anos de idade. Diante da relutância e inconformismo com a situação - desagradavelmente inesperada -, surgiu-lhe o interesse crescente, pela filantropia médica. Chegando ao seu conhecimento o poder terapêutico existente nas águas minerais térmicas – águas minerais quentes – de Warm Springs - Geórgia - ascendeu-lhe o desejo de comprar o sítio e nele acolher os vitimados pela pólio; de criar um Centro de tratamento; uma Fundação, cujo proprósito seria abrigar e tratar intensivamente aos acometidos por tal enfermidade. Dessa forma, efetuou a negociação da compra do sítio, com sucesso, em 1927.
Warm Springs era uma comunidade formada por pessoas com deficiência física - a maioria víiimas da poliomielite. Os que não moravam na Fundação, residiam nos arredores.
Tanto os moradores da Fundação, quanto os demais, se empenhavam no trabalho, em prol da recuperação do seu próximo, e, de si mesmo. Muitos se tornaram funcionários e professores da Fundação; pessoas acometidas pela mesma enfermidade - sem distinção de gênero, ou, de idade – conviviam no mesmo espaço, sem perderem o ânimo, a esperança de dias melhores, ou, de transformarem o infortúnio que lhes assolara, em dias melhores.
Muitos deles recuperaram os seus movimentos, de forma parcial ou totalmente.
A garra, a determinação, dessas pessoas, serviu de exemplo para muitos, inclusive, para Franklin Roosevelt que, apesar de aparente bom humor e carisma, em determinado momento isolou-se e, quis desistir de lutar.
Foi em um desses momentos, de quase desistência, que uma enfermeira amiga chegou para ele e disse:
“(...) Temos uma criança de 10 anos de idade que. antes de começar a andar perdeu todos os movimentos. Gostaria de que o senhor chegasse até ele e lhe falasse sobre a maravilhosa sensação de dar passos, andar; gostaria ainda que, lhe contasse a emoção de jogar bola; de correr contra o vento... O senhor tem tudo isso dentro de si...”
Rooselvet reprimiu os gritos d’alma e com o rosto molhado - por lágrimas, antes de revolta - baixou a cabeça e, ao levantá-la estava decidido a prosseguir na luta contra a pólio; a enfrentar a vida.
Poucos sabiam o quanto Rooselvet evitava a cadeira de rodas, ele queria estar em pé. Conseguiu obter pernas de aço e, usá-las sob a roupa. Dessa forma, se mantinha em pé, apoiado em um amigo fiel, que o conduzia a passos muito lentos. Lutou contra as limitações que a doença lhe impunha; nadava todos os dias, em um esforço descomunal, para obter forças extras na parte superior - tronco e braços -, conseguiu adaptação para o seu carro - comandos manuais. Procurou de todas as formas, superar a sua deficiência com a ajuda e o amor de sua esposa Eleanor.
Rooselvet se tornou presidente dos Estados Unidos da América, em 1933 e fez várias campanhas para angariar fundos em prol da Fundação, visando o tratamento dos pacientes vitimados pela pólio. Campanhas bem sucedidas e, que levou a Fundação de Warm Springs a condição e nomeação de “Organização Nacional,” em seguida, foi nomeada “Fundação Nacional para a Paralisia Infantil.” Mais tarde renomeado: March of Dimes.
Crescimento e vitórias a longo prazo, regados a perseverança.
Rooselvet falou com muita propriedade:
"Uma vez que passei dois anos tentando mexer um dedo do pé, está tudo na mesma proporção."
(Franklin D. Roosevelt, 1945)
Existe em cada um de nós uma fortaleza, uma força inexplicável, um poder de superação inimaginável.
Há só uma deficiência avassaladora, retrógada e fatal: a auto-piedade.

EstherRogessi.Escritora UBE. Mat.3963. 02/02/11. Fonte de pesquisa: Web


Quem sou eu

Minha foto
Baronesa da Gothia Rogessi de A. Mendes (EstherRogessi). Pernambucana, outorgada com Título Nobiliárquico - Alta Insígnia BARONESA DA GOTHIA da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, DAMA COMENDADORA da Real Ordem dos Cavaleiros e Damas Rei Ramiro de Leão. Comendadora pelo CONINTER ARTES.. Escritora UBE/SP; Embaixadora da Paz (FEBACLA); Artista plástica, Membro Correspondente de várias Academias de Letras e Artes Nacionais e Internacionais. Consulesa e Comendadora. Tem escritos publicados em Antologias e Revistas Virtuais, no Brasil e exterior. Publicou o seu primeiro livro solo, pela Editora Literarte intitulado "Conflitos de uma alma" Romance ISBN 978-8-5835200-8-5 EstherRogessi recebeu várias premiações nacionais e internacionais.

Tesouros Escondidos...