segunda-feira, 30 de novembro de 2009

AQUELE LIVRO (Conto)

Há coisas que marcam a nossa vida. Trago recordações da infância, que, me servem de bálsamo por muitas vezes... recordações de um tempo, em que eu contava os meus primeiros anos de vida..., incrivelmente, estão bem dentro de mim. E, muitas das vezes, me pergunto: como posso me lembrar de algo tão distante? Chega-me docemente à memória, a minha primeira cartilha, na qual, aprendi à assoletrar... Logo após, veio “aquele livro”... Muito colorido, com um cheiro bom, de papel novo, que eu pressionava e ia soltando aos poucos, com o nariz bem pertinho, para sentir o cheiro de livro novo. Veio a minha adolescência... Quantas boas e más lembranças... Ainda bem, que prevaleceram as boas! E, dentre elas, alguns livros... que me acompanharam por muito tempo! Lembro, de quando, o meu irmão mais velho chegou com o livro que me deixou encantada... que ilustração linda e convidativa à leitura!... Quantas folhas! Oitocentas e... Ah! Não lembro quantas mais! Sei que era muuito grosso! Porém, isto não me desanimava... Quanto mais eu o lia, mais queria lê-lo! Com espanto, todos me viram concluir a leitura, que, para eles, seria impossível... Eu vivia a história, me preocupava em guardar o nome dos personagens, torcia e sofria junto com eles... Por muito tempo fizeram parte de mim... Eu lhes chamava pelos nomes: Ellen O’Hara, Melaine Hamilton, Ashley Wilkes, Rhett Butlley... Ah! Rhett... Eu amava Scarllet O’Hara, mas fui má para com ela... Eu sonhava com você! E, muitas vezes, quando eu fechava aquele livro, deitada em minha cama, eu viajava em teus braços, oh! Rhett... E, ao despertar, dizia para mim mesma, saindo daquele êxtase platônico: “Amanhã pensarei no assunto!” Cresci, amadureci... Tudo ficou para trás, as doces lembranças ficaram... Porém, o tempo passou... E O VENTO LEVOU! EstherRogessi.Escritora UBE. Mat.3963. Conto: AQUELE LIVRO. Publicado como 'Tema do Mês' do http://duelosliterarios.blogspot.com 30/11/09. http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/alma-de-poeta-3 Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Alma de Poeta

Coração ávido do poeta. A captar sentimentos... Sua alma entrega. Em devaneios sonha viver, e vive sonhando, até morrer! Momentos irreais... Só fantasias, sonhos, que sonhou viver um dia... Por breves momentos, viveu! Fez da branca página do papel ofício, seu vício, seu ofício fez. Um mundo de 'verdades imaginárias'... Momentâneas imagens reais. Descreve, escrevendo o poeta, expondo o seu ego, seu intelecto, seu potencial de amar e matar! Sua feminilidade, mesmo macho sendo. Ora sorrindo, ora morrendo, chorando e fazendo chorar. Sonhos do profundo d'alma... Os amores que não pode ter, os beijos que não pode dar... E, tudo quanto sonhou viver, viveu! Assim... A cada sonho seu, deu o fim... Que lhe aprouve dar! EstherRogessi.Prosa Poética:Alma de Poeta.30/11/09 http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/alma-de-poeta-3 Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

A QUEDA DA RAINHA

Foi preciso um choque para que eu acordasse. E, ao sentir a dor atroz... Bem dentro em mim!... Descobri enfim, que, sentir dor é ruim! Às palavras que estraçalharam a minh’alma, Poliram o meu expressar, moderando minha fala! Foi preciso perder ... Pessoas, coisas, abraços, e, aquelas mãos... O coração que batia no compasso do meu coração! Às lágrimas raridade em mim, Desaguaram!... O meu deserto se fez jardim... Sabe?... A segurança de quem tem tudo? Foi preciso... Ah! Quanto foi preciso... Um choque para acordar; A dor para não magoar; Mau_ditas palavras ouvir... Para boas palavras dar; Perder para ganhar; Esvaziar o meu EU... Para em Deus abundar!

O CAMINHO

Quando a subida é de flores, A descida é de espinhos... Das furadas brotam sangue, Ensinamento para o 'Caminho'. EstherRogessi.27/11/09. Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

O LA & LÔ DA VIDA

Sobre todas às coisas que devemos guardar, guardemos em primeiro lugar o nosso coração. Pois, ele é nascente de vida, tanto quanto, de morte; Deixemos o nosso coração livre de mágoas, rancores, pois, a mágoa resseca os ossos; Tenhamos um coração livre de ciúmes, invejas... A inveja mata, a inveja destrói; Sejamos construtores e não armadores de ciladas, emboscadas, pois, aos que armam armadilhas, arriscam-se a cair nelas... A vida é linda e não podemos construir a nossa felicidade através da infelicidade de alguém. Alegrai-vos com os que se alegram e sorriam com os que estão felizes... Faz tua a prosperidade e ascendência do teu próximo... São tijolos para a construção da tua vitória ... Ela chegará!... Não tenha pressa em ser portador de más notícias... Elas retornarão em tua direção; Palavras e gestos nada são diante DO QUE LER OS CORAÇÕES... Sejamos apolíticos quanto a má política e políticos quanto ao agir sabiamente, ‘Estruturemos Vidas Através das Letras’. EstherRogessi.O LA & LÔ DA VIDA. 28/11/09. Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Aquele Livro & Às 'Rosas-de-sangue'...





O Peso da vida pesou-me... Não encontrei forças para prosseguir.

Vivi à procura de flores: 'Margaridas'... 'Acácias'..., Dálias, rosas-de-sangue vi!...

Vi um bem-te-vi voando livre... Entoando repetidas vezes:

Bem-te-vi... bem-te-vi!...

clamor do horror na China, na Índia... A máxima da crueldade vi!

Bem te vi ... voando à procura das rosas... O que nelas buscas, não se encontra nos jasmins!

És... tais quais , as pombas, dependentes do ‘Ser Supremo’ que n’aquele livro li...

Se para elas, não lhes falta o alimento...

Ó Deus! Dependem de Ti!... Acolhe às pombas e não esqueças os bem-te-vis...

Rega de vida as rosas da China,

Lava o sangue que na Índia vi!

Faz desabrochar os botões da Índia,

Por elas clamam..., gemem os bem-te-vis...

A vida que é bela... Feia se faz!

Ó Gaia... Mãe terra! Geratriz..., cessa a guerra!

O matador, da China, o horror!

Os 'botões de rosas', ramalhetes deixados ao léu, às lágrimas vertentes dos olhos inocentes,

gritos de dor para dentro de si... Causa morte, obscura sorte: nasceu Rosa... Dália..., e, não Jasmim!

Um dia, Raquel clamou por seus filhos indefesos... Às suas vidas por um fio perderam, pelas espadas, pelo fio frio calaram!

‘Aquele livro’ nos mostra um tempo de horror...

Matança, hoje, tão presente... Feras pensantes, genocídio de inocentes!



EstherRogessi, Prosa Poética: Aquele Livro & Às 'Rosas-de-sangue'. Categoria: Poética.25/11/09.
http://estherrogessi.blogspot.com/2009/11/aquele-livro-as-rosas-de-sangue.html
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/aquele-livro-amp-as
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

AQUELE LIVRO





O Peso da vida pesou-me... Não encontrei forças para prosseguir.

Vivi à procura de flores: Margaridas, acácias, dálias... Rosas-de-sangue vi!...

Vi um bem-te-vi voando livre... Entoando repetidas vezes:

Bem-te-vi... bem-te-vi!...

clamor do horror na China, na Índia... A máxima da crueldade vi!

Bem te vi ... voando à procura das rosas... O que nelas buscas, não se encontra nos jasmins!

És... tal qual , as pombas, dependentes do ‘Ser Supremo’ que n’aquele livro li...

Se não falta para as pombas o alimento...

Ó Deus! Dependemos de ti!... Acolhe as pombas e não esqueças os bem-te-vis...

Rega de vida as rosas da China,

Lava o sangue que na Índia vi!

Faz desabrochar os botões da Índia,

Por elas clamam..., gemem os bem-te-vis...

A vida que é bela... Feia se faz!

Ó Gaia... Mãe terra! Geratriz..., cessa a guerra!

O matador da china, o horror!

Botões de rosas, deixados ao léu, às lágrimas vertentes dos olhos inocentes,

gritos de dor para dentro de si... Causa morte, obscura sorte: Nasceu rosa... dália... E, não jasmim!

Um dia, Raquel clamou por seus filhos indefesos... Às suas vidas por um fio perderam, pelas espadas, pelo fio frio calaram!

‘Aquele livro’ nos mostra um tempo de horror...

Matança, hoje, tão presente... Feras pensantes, genocídio de inocentes!



EstherRogessi, Prosa Poética: Rosas de sangue. Categoria: Poética.25/11/09.
http://estherrogessi.blogspot.com/2009/11/aquele-livro.html

:Roda-gigante (Pensamento & Curiosidades)


É sempre bom e sábio saber esperar, que, a grande 'Roda-gigante', o mundo, dê sua volta, pois, quem durante o seu girar, pensar que estará sempre no alto, simplesmente por sua cadeira no alto parar... Aprenderá com certeza, que tem que estar sempre alerta, nessa cadeira a segurar... Por não ter a certeza, do momento da grande roda girar!

LONDRES


Nota:
A Estrela de Nanchang seu nome de batismo. A maior roda-gigante do mundo se encontra na China. Mede 160 metros de altura, leva de uma só vez 500 pessoas e leva 30 minutos para dar uma volta completa.Ganha em altura da roda gigante de Londres.

EstherRogessi.Pensamento & Curiosidades: Roda-gigante.07/11/09

Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

O GIRAR DO MUNDO (Rondó)



O mundo segue girando,
O povo acompanhando...
A mãe terra sempre gerando,
Mutações vou observando...

O mundo segue girando,
O povo acompanhando...
O equilíbrio está no eixo...
O equilibrista, tonto ficando!

O mundo segue girando,
O povo acompanhando...
O atleta, não para na esteira,
Corre ou segue andando...

O mundo segue girando,
O povo acompanhando,
Ninguém quer ficar pra trás,
Sou base... vivo observando!

O mundo segue girando,
O povo observando...
Neste mundo frutos dando
A minha terra prosperando,
Terra da miscigenação,
Mistura de raças, etnias...
Na noite ou claro dia – Vou andando!

EstherRogessi.Rondó:O Girar do Mundo.09/11/09

Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Há um limite!



O nordestino aprende a engolir farinha seca e a seco, até o momento de tossir...


EstherRogessi.Pensamento:Há Um limite.08/11/09

Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Lá & Lo (Poesia Loucura)



Nós somos algemas,
Nós somos prisões!
Nós somos o 'carrasco'...
E do sistema somos um!
Somos doces armadilhas,
O mel, que aprisiona,
Drosophila melanogaster,
Alimento para as Stenodactylus mauritanicus.
Alimentamo-nos dos frutos de alguns...
Querendo ser bons, somos maus!
Sendo maus prestamos serviço aos bons,
O bem é bom,
O mal é o que pode ser...
A destruição causa pranto,
Sem ela o novo não virá!
Colho o que planto,
Colhes o que plantas,
Como do que plantas,
Comes do que planto...
Quem tu comes?
Quem eu amo?
Loucura é não entender o louco!
Sabedoria é loucura!
Saber lidar com talheres é usar de finess...
Meter a mão no prato é muito bom!

EstherRogessi.Poesia Loucura:Lá & Lo.08/11/09
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/la-amp-lo-poesia-loucura
06/11/09
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Quem Pode Entender?


Com esforço alcancei o candeeiro... tirei-lhe a manga, ao acendê-lo, a luz logo veio!
No esforço, a manga da camisa rasguei!
Estava faminta... manga eu chupei!
Não saciando a minha fome, pedi ao banana do vizinho, para banana trazer, dobrando o braço, num estalo... uma banana ele deu!... Essa, eu não pude comer!
Lá da cozinha... Ah! Que cheiro bom de galinha...
Enquanto o “galinhas” do meu vizinho... Comia outro “galinhas’.
Gritos, alvoroço... Uma piranha a gritar:
- “Quem pegou minha piranha, que no cabelo eu usava?”
E, logo alguém respondia: - “Piranha é o prato do dia: crua, cozida, frita e ao molho...”
Animado, quis ajudar: - Eu molho o molho de salsa, para o molho fazer. – De côco?
- Olha o cocô... Não pise!


EstherRogessi.Quem Pode Entender?21/11/09
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

ORIGEM DAS HERESIAS


Lembremo-nos das palavras e exortações do apóstolo Paulo: “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, desejarão ouvir coisas que lhes satisfaçam a alma, palavras agradáveis, escolhendo para si mestres segundo os seus próprios interesses. Fecharão os ouvidos para a verdade, acolhendo às fábulas. Tu , porém, sê sóbrio em tudo , sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério”. 2Tm 4.3-5

Para o homem natural a Bíblia é um livro como qualquer outro: bonito de se ver; bom de ler, meditar, guardar e /ou apreender capítulos e versículos, repassando-os. Arriscam-se a aplicação de ensinamentos, teológicos , usando explicações hermenêuticas – digo: se faz necessário tais –, nomeio a estes: ‘cristãos cientistas’ – os que aceitaram a Cristo como Salvador –, porém, crêem no que vêem, no que lêem e no que tocam, para estes ( e falo aos seguidores de Lutero em Cristo), a Palavra tem que ter respaldo hermenêutico têm na ‘letra’ a única verdade comprobatória), sem creditar nos dons por crerem ter sido um derramar do Espírito, que ficou no passado. Não aceitando o fato, de que, o Espírito Santo de Deus é uma pessoa viva em nós, e, que sendo uma ‘pessoa’, tem ações e reações próprias. Em parte, falam e ensinam acertadamente, porém, muitas das vezes, distorcem a visão.

O apóstolo São Pedro diz em verdade: (II Pe 3:16) Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de se entender, que os indoutos e inconstantes torcem e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição ( É perigoso querer ser mestre sem que tenha o real conhecimento Dele. Isso, acarretará na indução de vidas ao erro e/ou a perdição espiritual destes, tal qual, exorta São Pedro).

O ENTENDIMENTO REAL DA PALAVRA é obtido através do ‘discernimento desta’ e não só da letra. Costumo ilustrar tal fato, exemplificando-o através de: a mão e a luva, junção perfeita, tal qual, a água e o espírito – Palavra e Poder – dom divino.

A mão somos nós ministros do ‘Deus Vivo’, comandada pelo cérebro “Cabeça”: O Pai. Todas as nossas ações vêm Dele. E, tal qual, acontece com a ‘mão e a luva’, há coisas, em que, se faz necessário o desuso da tal, podemos assim, executar afazeres com as mãos nuas, sem revestimento –a aplicação da Palavra hermeneuticamente ministrada–, porém, há momentos em que a mão precisa de um revestimento – a luva –, e, dependendo da obra, esta será diversificada. Há um tipo de luva para cada obra a ser feita, ou seja, diversidade de dons. Jamais poderemos executar tais obras com as mãos nuas.

Cristo ressuscitou, está vivo entre nós e dentro de nós! Precisamos aceitar tal fato, sem descartar (Atos 2), crendo na promessa infalível ‘de quem’ não é homem para que minta... A estes, lhes é dado o dom do discernimento da Palavra, descrito em Isaías (Is 45.1-3).

Enfatizando (Is 45.3) E te darei os tesouros escondidos e as riquezas encobertas, para que possais saber que eu sou o Senhor, o Deus de Israel, que te chama pelo teu nome. O maior tesouro do cristão é a Palavra de Deus, faz parte desse tesouro: riquezas espirituais, reveladas por quem conhece ao Deus de Israel e com Ele tem comunhão. Razão pela qual, o chama pelo nome – este é um tesouro encoberto, que dista do que não é um com Ele, ou, o tem em parte –.

(At 2:37-39) Paráfrase: O Espírito Santo através do apóstolo S. Pedro e dos demais apóstolos, ministrava aos que se propuseram a ouvir-lhes – a fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus –, ouviram, creram e indagaram: o que fazer para que possamos seguir a mesma fé? O apóstolo São Pedro respondeu-lhes: Arrependei-vos! Ou seja: é preciso haver transformação espiritual – ações e reações coerentes com o caráter cristocêntrico, renunciando a natureza adâmica, sepultando o velho homem – e após ‘ ela’, sereis batizados na água ( simbolismo da nova identidade em Cristo, Novo Nascimento) pois, se o batismo na água simboliza a morte do velho homem, se houver batismo antes dessa transformação, o ato, não passará de um banho –. A seguir, recebereis o dom do Espírito ’Batismo com Fogo’ – com evidência no falar em outras línguas – pentecostalismo.

O Espírito de verdade e às revelações que só Ele nos concede – ‘o cristão cientista’ diz que tudo quanto tinha que ser revelado já o foi! – Esta promessa é concernente ao dom do Espírito, pois, disse Pedro: É para tantos quantos, o aceitarem como Salvador, ‘vós e vossos filhos, de perto e de longe e a todos quantos ele chamar’.
Acaso o chamado salvífico ficou restrito a ‘Atos dos Apóstolos?’ O convite de Deus não permanece pelos séculos e séculos?

A ORIGEM DAS DISTORÇÔES NOS ENSINAMENTOS BÍBLICOS

FALTA DE DISCERNIMENTO DA PALAVRA ( Jo 14:17) O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco e estará em vós.

Paráfrase: O mundo, forma generalizada por S. João, se trata do homem natural, da criatura;
Vós o conheceis: São João fala aos cristãos abertos ao Espírito Santo e aos dons, nesse tocante, ao ‘discernimento da Palavra’ (às riquezas encobertas e os tesouros escondidos( Is.45:3) Água e Espírito e/ou Palavra e Poder. A Bíblia nos exorta: Errais em não conhecer as Escrituras e nem o poder de Deus (Mt 22:26).

Como não podemos deixar de entender: o Espírito Santo de Deus trata de duas questões isoladas: o conhecimento da letra e o poder de Deus, adquirido através da Palavra revelada (Logos e Hema) discernimento.

Desde que o homem obteve o conhecimento do Deus Todo-Poderoso e da Santíssima Trindade : Pai, Filho e Espírito Santo – comprobatoriamente descrito no Livro da Criação (Gn1: 26) E disse Deus: FAÇAMOS o homem à nossa imagem, conforme à nossa semelhança... (está explícito, que, no início da criação, Deus Pai, não estava só – houve divergências e distorções, oriundas da falta do entendimento puro e do discernimento da Palavra (dom espiritual )concedido por Deus, a poucos, aos escolhidos, para uma maravilhosa obra. A estes, concedeu Deus, por sua misericórdia: visão para enxergar, não o que está por trás, porém, o que está além da letra.
Que a nossa visão o nosso discernimento da Palavra seja tal qual, a de Jeremias em (Jr1 :11-12) A mesma visão do Senhor!

EstherRogessi. Escritora UBE. Mat 3963. estherrogessi@ube.org.br. Estudo Teológico: Origem das Heresias.Categoria Narrativa.12/11/09.
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/origem-das-heresias
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Tutoriais: 'Alquimia' Segundo a Luz do Evangelho de Jesus Cristo




'ALQUIMIA' DO OCULTO À LUZ DO EVANGELHO

Introdução

PRÓLOGO

Através dos tempos surgiram várias crenças religiosas. Muitas compiladas das Sagradas Escrituras, da Palavra genuína, autêntica, no entanto, como veremos a seguir, sem o discernimento verdadeiro seguiram os próprios entendimentos, dessa forma, surgiram os falsos profetas e suas fábulas incríveis distanciadas de Deus. Ensinamentos que vêm de encontro à verdade bíblica. Estes, porém, desejosos em extrair, verdades da ‘verdade única’, imitando o ourives na purificação do ouro, esquecendo que ao puro, nada se lhe pode acrescentar, se recebe e/ou, se absorve. Enveredaram-se por caminhos tortuosos por crerem que todo o caminho leva a Deus. “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14.6)
Prefiro crer que todo àquele que se dispõe a ser precursor de uma visão religiosa o faz com boas intenções, dentre as quais, a primordial deva ser, assistência espiritual aos debilitados espiritualmente. A minha posição é puramente apologista. (Cl 2: 8) “Somos exortados a não deixarmo-nos prender por filosofias e vãs sutilezas, segundo tradição de homens e rudimentos mundanos, nos distanciando de Cristo.” Nesta defesa apologética, faço uso da Teologia, tanto quanto, da Teosofia – filosofia, religião e ciência –, definindo-a de acordo com a conceituação atual. A mesma estuda Deus e o seu relacionamento com os homens, trazendo-nos um parecer próprio e convincente, respaldado nas Escrituras. A Apologética defende a visão do Deus Unigênito, assim sendo, é monoteísta.

ALQUIMIA CIÊNCIA OCULTA


Alquimia comumente conhecida por ciência oculta. Creio, segundo a Palavra de Deus (Mt 10.26) “ Portanto não os temais, porque nada há encoberto que não venha revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se”.

Comparemos certos tópicos, que, se nos apresentam, como que, uma distorção de compilação bíblica. Faz-se necessário discernir o fato, de que, compilar é extrair de uma obra a idéia primeira, transformando-a segundo o seu querer e/ou entendimento. Na maioria das compilações, dá-se a honra e a glória ao seu ‘autor’em se tratando de compilação do Evangelho para seguimentos da mesma fé – porém, quando se usa partes da ‘idéia primeira’, para confundir adeptos e iniciantes, mesclando idéias díspares – luz e ocultismo –, usando expressões que requerem conhecimento para o entendimento real do que verdadeiramente se encontra oculto – no caso da Alquimia é o não reconhecimento de Deus, mesmo que, por vezes, usem termos bíblicos e teológicos, tais quais: logos divinos e outros, podemos categoricamente afirmar, que, a Alquimia não chega a ser uma compilação das Sagradas Escrituras, mas, uma distorção blasfema, no tocante a letra , tanto quanto, a simbologia, segundo a visão do ‘Evangelho Segundo Jesus Cristo’.

OCULTISMO

Denominado por ciência e/ou sabedoria e diz que esta explica com exatidão o trabalho das leis da natureza e sua aplicação em todo o universo. Seus adeptos vêm esta, como ‘uma unidade’,ou seja, é única em todas as suas manifestações em diferentes planos, dependendo da percepção do observador.
Discernindo esta idéia ocultista: é defendido por eles, o fato de que, se deve unicamente a natureza: a existência do ser animado e /ou inanimado, tanto quanto, a sua força, ações e reações... O ocultista crer como única lei o desenvolvimento evolutivo e infinito, e, neste ponto de conceituação, ele tenta confundir o nosso entendimento, mesclando o oculto com o deveras ‘Divino’. Usando o termo: o Logos Divino – a Palavra de Deus –,porém, como falar sobre o Logos Divino, se em seguida afirmam não haver engano maior, do que, atribuir a nossa vida e a tudo quanto, nos diz respeito a uma única autoridade’ – descartando a soberania de Deus –.

O TERMO TEOLÓGICO LOGOS
O Logos Divino (A Palavra, o Verbo) Jesus é a Palavra Encarnada, ou seja, o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade. (Jo 1.14).

SOBERANIA DE DEUS – AUTORIDADE ÚNICA –
Todas as forças e todas as coisas são submissas a Santíssima Trindade:(Gn 1.26)E disse Deus: “Façamos” o homem à nossa imagem, conforme à nossa semelhança...(verdade comprobatória da existência da Trindade desde o início de tudo. Deus Pai não estava só, o seu Filho Jesus – o Verbo, a Palavra – ainda não encarnado, ainda não nascido, e o Espírito Santo – o Poder –, A Tri-unidade, ou seja, ‘Três Pessoas’ distintas em uma só, formando a Trindade. v. (Jo 1.1-3).
O ocultismo termina a sua apresentação, através de uma explanação contraditória na tentativa de transformar a verdade em mentira e vice-versa, em um emaranhado fabuloso ao que por eles é denominado ‘sabedoria’. Terminando por usar a quase compilação da Palavra de Deus extraída de (Apoc 2.7 )Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas...

FRASE SEGUNDO O GRIFO OCULTISTA
“Para aqueles que têm olhos para ver: uma luz mais brilhante surgiu!”
ACASO O QUE ESTÁ ‘OCULTO’ PODE SER MAIS BRILHANTE QUE A VERDADEIRA LUZ ?

HÁ LUZ NA TRANSPARÊNCIA!

FILOSOFIA HERMÉTICA
"Os lábios da sabedoria estão fechados, exceto aos ouvidos do Entendimento."

FUNDADOR HERMES TRISMEGISTO
Dizem seus seguidores ter sido ele o mestre dos mestres, o ‘Três Vezes Grande’ (equiparação com a Santíssima Trindade?), denominado: o Pai da Ciência Oculta; o fundador da Astrologia; o descobridor da Alquimia. Viveu no Egito antigo, na época de Abrão – pois, o Senhor Deus ainda não tinha mudado o nome de Abrão para Abraão –, muito antes de Moisés – o que profetizou sobre a vinda do Messias: JESUS –. Pouco se sabe da existência de Hermes. Os detalhes da sua vida se perderam devido ao imenso espaço de tempo – miríades de anos –, muitos povos disputaram sua nacionalidade.
Houve judeus que declararam ter Abrão recebido parte do seu conhecimento místico através do próprio Hermes. O fato dessa declaração supostamente ter sido feita por judeus, não denota veracidade, simplesmente por haver visões distorcidas, independendo de etnias. O termo ‘misticismo’ em se tratando do poder de Deus é incorreto. O cristão tem o poder de Deus, concedido por seu Santo Espírito, consciente e perfeito. Abrão foi um homem de profundo conhecimento e experiências pessoais profundas, com o Senhor Deus e não um místico. Por assim, ser, foi chamado pelo próprio Deus de ‘meu amigo Abraão(Is.41.8)

MELQUISEDEQUE O SACERDOTE DE SALÉM E HERMES TRISMEGISTO

(Gn 14.18) Melquisedeque O sacerdote de Salém, do qual, não se tem conhecimento de anos, nem de sua morte – diz a Bíblia Sagrada – trouxe pão e vinho, abençoou a Abrão dizendo: Bendito seja Abrão do Deus Altíssimo, o possuidor dos céus e da terra. Ora, Abrão filho de Terá (Gn 11.27),homem de profunda comunhão com Deus, provado na fé, na obediência, tendo assim o privilégio de ter sido chamado pelo próprio Deus de meu amigo; o mesmo Abrão que recebeu de Melquisedeque rei de Salém, o primeiro dízimo, donde se conclui biblicamente falando que “o menor dizima ao maior”. Este Melquisedeque, o qual, é o único que temos conhecimento de não haver registro dos pormenores dos seus dias nem de sua morte, porém, a alquimia usa este texto com as mesmas palavras a respeito de Hermes, distorcendo a visão bíblica, e denotando ter sido Hermes maior que Abrão. O fato de está escrito que Melquisedeque abençoou a Abrão, de forma alguma denota superioridade. Pois, quando recebemos algo de alguém, somos abençoados, porém, jamais diminuídos. É importante salientar, que Melquisedeque, honrava a Deus e a Ele dava a glória devida. Reconhecia a sua soberania.

VOLTEMOS AO PRÓLOGO
Prefiro crer que todo àquele que se dispõe a ser precursor de uma visão religiosa o faz com boas intenções, dentre as quais, a primordial deva ser, assistência espiritual aos debilitados espiritualmente...

A REMOTA ORIGEM ALQUIMISTA PODE TER TIDO BONS PROPÓSITOS

Através dos tempos surgiram várias crenças religiosas. Muitas compiladas das Sagradas Escrituras, da Palavra genuína, autêntica, no entanto, como veremos a seguir, sem o discernimento verdadeiro, seguiram os próprios entendimentos, dessa forma, surgiram os falsos profetas e suas fábulas incríveis, distanciadas de Deus...

HERMES
Os antigos contam seus dias como o que viveu trezentos anos. O povo egípcio deificou Hermes, reverenciando-o e prestando-lhe culto como um dos seus deuses. Deram-lhe o nome de Thoth. Depois, veio a Grécia Antiga deificá-lo sob o nome de "Hermes, o “deus da Sabedoria". Denominaram-no o mensageiro dos deuses. Trismegisto, não era seu sobrenome, porém, uma distinção, um título a ele outorgado pelo fato de o considerarem três vezes grande, o grande entre os grandes. Todos os povos antigos, o cultuaram e o tiveram como sinônimo de "Fonte de Sabedoria". Na era contemporânea define-se o termo hermético como sendo àquele que é secreto, que não se deixa escapar em nada! Contrariamente a Bíblia Sagrada que diz: Nada há encoberto que não seja revelado.

A ARTE HERMÉTICA
Devido as perseguições aos seus adeptos, surgiu uma ciência oriunda desta, com um novo nome: CAIBALION/ ALQUIMIA


A ORIGEM DA PALAVRA ALQUIMIA SEGUNDO VÁRIAS VERSÕES:

1- Alquimia é um nome de origem árabe. Al corresponde ao artigo o, com raiz grega elkimyâ;
2- Kimyâ deriva de Khen (ou chem), que significa "o país negro" (nome dado ao Egito na antigüidade).
3- Outra possibilidade de origem da palavra: alguns acham ser ela corresponde ao vocábulo grego derivado de chyma, que se relaciona com a fundição de metais.
4- Outros ainda acham que kymia é um “símbolo” da palavra árabe AL KYMIA, que é traduzido como “pedra filosofal”- o primeiro Arcano (mistério) da Alquimia.
5- Há uma versão de que se acha que a alquimia provém do árabe e significa química. Não a que conhecemos hoje, porém, uma química chamada espargiria, transcendental e espiritualista.
6- Al, em árabe, designa Ser supremo o Todo-Poderoso, como Al- lah ( Alá) O termo alquimia designa desde os tempos mais recuados, a ciência de Deus, ou seja, a química de Al. Em latim, Alquimia chama-se Solue et Coagula.

PRINCIPAL OBJETIVO DOS ALQUIMISTAS medicina universal ou pedra filosofal

Definição Alquimista de Pedra Filosofal – Extraída de Forma Distorcida do Evangelho de Cristo – e o seu discernimento bíblico.

A pedra filosofal (ou mercúrio dos filósofos) era o principal objetivo dos alquimistas. Segundo a lenda, era um objeto que poderia aproximar o homem de Deus. Com ela o alquimista poderia transmutar qualquer metal inferior em ouro, como também obter o Elixir da Longa Vida, que permitiria prolongar a vida indefinidamente.
um ‘objeto’ que poderia aproximar o homem de Deus. JESUS, O MEDIADOR DOS HOMENS JUNTO AO PAI; O CAMINHO POR JESUS A DEUS PAI; (Jo14.6 )Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.
transmutar qualquer metal inferior em ouro, REGENERAÇÃO, NOVO NASCIMENTO – o melhor estado espiritual do homem, comparado ao ouro –Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto ( Sl 51.10).

Elixir da Longa Vida (a vida indefinidamente) A VIDA ETERNA OBTIDA ATRAVÉS DA SALVAÇÃO EM CRISTO JESUS. As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da minha mão – (João 10:27-28).

A PEDRA ANGULAR DOS CRISTÃOS, PROFETIZADA DESDE OS ANTIGOS: MOISÉS, ISAÍAS, ZACARIAS E ENCONTRADA NO NOVO TESTAMENTO ( NA GRAÇA): CRISTO! Que jamais foi nem será uma lenda, porém, é o único intermediário entre o homem e Deus Pai; É o que transforma o coração de pedra em coração de carne ( metáfora, quebrantamento, humildade, reconhecimento do Supremo Poder de Deus, sobre os homens, sobre a natureza, sobre toda a vida animada e inanimada); é Ele o verdadeiro Elixir da Vida Eterna ( Salvação em Cristo Jesus). Pois, ao homem é dado o direito de morrer uma única vez, seguindo-se depois disto o juízo ( Hb 9. 27). Ao que morre, jamais volta! E, o que está em Cristo adquiriu a ‘vida eterna’.

A pedra rejeitada pelos arquitetos tornou-se a pedra angular. (Salmos 117,22)

Paráfrase: Jesus é a Pedra Angular rejeitada pelos doutores da lei.
Jesus acrescentou: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra rejeitada pelos construtores tornou-se a pedra angular; isto é obra do Senhor, e é admirável aos nossos olhos (Sl 117,22)?


Por isso o Senhor Deus lhes diz: Eu coloquei em Sião uma pedra, uma pedra já provada, uma pedra angular preciosa, de esquina: quem nela confiar não tropeçará. (Isaías 28,16)

Paráfrase: Jesus o Cristo de Deus, o cordeiro, a pedra angular: fundamento da igreja, base, direção, o caminho, quem nele crer, não será confundido.

E quem cair sobre esta pedra desperdar-se-á; e aquele sobre quem ela cair ficará reduzido a pó (Mt 21.42)

Paráfrase: Quem for de encontro a Cristo será reduzido a nada; e sobre quem a sua justiça descer será igualmente transformado em pó, ou em nada.

O princípio da sabedoria é o temor a Deus ( Pv 1. 7)

O homem ou qualquer seguimento que tenha temor a Deus, jamais ministrará contrário a sua Palavra

A Bíblia nos exorta a não jurarmos em vão, ‘a alquimia’, exorta seus seguidores a fazê-lo.

Ouvistes também o que foi dito aos antigos: não perjurarás, mas cumprirás os teus juramentos para com o Senhor. Eu, porém vos digo: não jureis em hipótese nenhuma; nem pelo Céu, porque é o Trono de Deus, nem pela Terra, porque é o escabelo de seus pés, nem por Jerusalém porque é a cidade do Grande Rei, nem jureis pela tua cabeça, porque tu não tens o poder de tornar um só cabelo branco ou preto. Seja o vosso sim, sim, e o vosso não, não. O que passa disso ‘vem do maligno’ ( Mateus 5: 33 a 37).


JURAMENTO ALQUIMISTA

Eu te faço jurar pelos céus, pela terra, pela luz e pelas trevas;
Eu te faço jurar pelo fogo, pelo ar, pela terra e pela água;
Eu te faço jurar pelo mais alto dos céus, pelas profundezas da terra e pelo abismo do Tártaro;
Eu te faço jurar por mercúrio e por Anubis, pelo rugido do dragão Kerkoruburus
e pelo latido do Cão de três tetas, Cérbero, guardião do inferno;
Eu te conjuro pelas três Parcas, pelas três fúrias e pela espada
a não revelar a pessoa alguma nossas teorias e técnicas.

SIMBOLOGIA ALQUÍMICA

Para que fosse abordado com exatidão e esmero todos os itens, que, envolvem tal simbologia, seria necessário editar um livro, portanto, de todos os símbolos, escolhi um, pela profundidade blasfema nele explícita. Buscando sempre o uso de termos que denotem: química, transmutação de metais, minerais e enfatizando a natureza, a alquimia se esforça em termos que tendem a confundir, mais que explicar. Como podemos ver a seguir...

CHAMADA DE A QUARTA LÂMINA DE ABRAHAM O JUDEU

A ILUSTRAÇÃO DISPENSA COMENTÁRIOS


A SERPENTE CRUCIFICADA.

Rubellus PETRINUS considerado como sinônimo de "Fonte de Sabedoria".

Alquimista português, Rubellus Petrinus, se autodenominou (a rubra pedra ), pseudônimo usado pelo mesmo. Nasceu em Bragança numa cidade no nordeste transmontano a poucos quilômetros da fronteira espanhola, no dia 25 de Março do ano de 1931. Foi um estudioso da arte alquímica conhecido atualmente. Segundo ele, “a alquimia é a arte de trabalhar e aperfeiçoar os corpos com a ajuda da natureza, fundamentada em um conjunto de teorias relativas à constituição da matéria, à formação de substâncias inanimadas e vivas.

GRANDES NOMES E/OU VULTOS DA HISTÓRIA ABRAÇARAM TAL CIÊNCIA, PARA ALGUNS OCULTA.

Roger Bacon, Nicolas Flamel, Isaac Newton, Nostradamus, Paracelso, Segismund Fugger,
Trithemius, São Tomás de Aquino, Basilio Valentim, Albert Poisson, Fulcanelli.

GÁLATAS 1.8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.

Paráfrase: Não importa quem esteja, ou, quem faça parte do seguimento, se os ensinamentos não forem os de Cristo, mesmo que, se diga cristão, seja anátema!

I Coríntios 1.19-20: Porque está escrito: “Destruirei a sabedoria dos sábios e aniquilarei a inteligência dos inteligentes”. Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus loucura a sabedoria deste mundo?

CONCLUSÃO
De início deixei claro o fato, de que, o objetivo deste texto é unicamente apologista. Nenhum desmerecimento nele há, pelo ser humano, porém, o desejo de esclarecer a luz do ‘Evangelho de Jesus Cristo’, sobre o OCULTO, que a princípio, pode ter tido uma origem boa, tipo: ‘OURO’. Porém, a má interpretação e compilação sucessiva, através de décadas e de centenas de anos, pode ter conduzido às ‘idéias primeiras’ do seu fundador, quer Hermes Trismogistus, quer Melquisedeque , a ser uma partícula ínfima do OURO que se escureceu e se enterrou nas trevas da ganância.
(Lm 4.1) Como se escureceu o ouro! como se mudou o ouro puríssimo! como estão espalhadas as pedras do santuário pelas esquinas de todas as ruas!

EstherRogessi. Escritora UBE. Mat.3963. Tutoriais: 'Alquimia' Segundo a Luz do Evangelho de Cristo. Categoria Narrativa14/11/1009.
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/tutoriais-alquimia-segundo-a
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

.Contradições (Prosa Poética)



Sou um ser dotado de sentimentos e emoções...
Às agitações comuns do meu conceber, abriu-me cedo a visão, chorei no ventre... Anúncio do passado, futuro... e, presente!
Sou um ser, por acaso concebido... Nascer de frustrações!
Não fui alvo... Sou resultante da direção inesperada, o erro da inexperiência de quem pensou alcançar a meta, e, surpreendeu-se com o desviar da seta!...
O vento forte soprou! Desvio do destino... Erro de cálculos, desaba-mento, construção sem precisão.
Mudança de estação: calor ardente, geada... Alma fria, frio d’alma!
Sensação de vazio...
Sou um ser com necessidades de ser... e, por não ser, abundo no que sou! Tudo quanto, não tive, encontrei em um Ser... E tudo quanto, Dele tenho... Compartilho, compartilharei até morrer!

EstherRogessi. Escritora UBE.Mat.3963. Prosa Poética.Contradições.
20/11/09.
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

MINHA ETERNA CRIANÇA



Foi por amor que entreguei-me
ao meu amor...
Quis Deus colocar-te nos planos meus.
Doce encanto, que de canto, encheu-me
de terna alegria, que, transborda os meus dias...
Carne da minha carne, sangue meu.
Gozo supremo em minhas mãos é ter-te.
Felicidade indizível poder ver-te!...
Maravilhosa obra, do Supremo Ser!
Tu meu filho... felicidade minha!
A criança que sempre há de ser...
Dentro de mim reboliço fazias,
às vezes eu chorava e outras tantas ria...
Ansiosamente esperado, amado,
no meu ventre, acariciado...
Por fim, nasceste, pedacinho de mim.
E todas às noites e dias, que por te zelo...
Dá-me sempre um prazer singelo,
acompanhar-te os passos, ver-te crescer...
Passo a passo, dia a dia,
no acordar e no dormir sereno,
contemplo-te meu pequeno...
Minha eterna criança, enquanto eu viver!

( Aos meus filhos... e, as crianças pelo seu dia).
Feliz dia 12 de Outubro de 2008!
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/origem-das-heresias
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

CONVICÇÃO (FRASE)



Quando descobri o que sou para Deus, a opinião da oposição a meu respeito, perdeu o efeito;quando me conscientizei do que Deus é para mim, dispensei intermediários...

EstherRogessi 23/11/09
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Palavras Repetidas (Rondel)



Palavras repetidas...
Nunca são esquecidas!
Fixadas são na alma,
Evitando as feridas.

É um alerta é um grito,
Retrato de uma cicatriz.
Palavras repetidas...
Nunca são esquecidas!

Estas palavras muito ditas...
Que fortemente algo diz,
Encravadas são na alma...
Pedras no rio fixadas,
Nunca são esquecidas...

EstherRogessi.Rondel: Palavras Repetidas 02/10/08 Pub.21/11/09.
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Um Brinde a Mim!!! (Crônica)



Quando jovem e sonhadora, eu ficava embevecida com a imagem de uma linda apresentadora de um noticiário da TV.Quanto eu a admirava!...
Na minha inocência e inexperiência, eu desejava ser ela... Porém, a vida me fez entender cedo, a importância de termos a certeza, do quanto devemos alegrarmo-nos em sermos o que somos, tanto quanto, a termos a convicção de que somos possuidores de um potencial único, exclusivo, pronto a ser desenvolvido e explorado. Depende só de fé e perseverança, de acreditarmos em nós mesmos... e, não ficarmos perdidos no caminho, buscando ser a imagem de alguém. Sejamos espelhos!...Deus nos capacita.

Em breve tempo, aquela linda moça, inteligente, dotada dentre tantas qualidades e dádivas, de um timbre de voz que agradava a tantos quantos, a ouvisse. Seus lindos e expressivos olhos verdes eram um mar, lindíssimos..., com muito pesar, porém, veio a notícia do seu afastamento da TV, por razões de saúde. A linda e admirada jovem, foi acometida de uma grande enfermidade, vindo à falecer...

Aprendi a me assumir, a me amar, a saber que sou capaz... mesmo que meio mundo diga que não! O que é a opinião alheia, diante da certeza de que sou, e do que sou em Cristo?... Aprendi que muitas pessoas, não gostam de um posicionamento como este - são incongruentes em pensamentos e ações -, aos abatidos, exortam a fortaleza, perseverança, porém, ao se depararem com alguém, que transmita a convicção de quem é e do que é, se chocam, se escandalizam!

Aprendi a admirar o belo, sabendo que bela sou! Minha beleza não murcha como as flores..., e partirá comigo. Será a chave para a verdadeira vida.

Posso até não ser o que alguém desejou ou deseja... Porém, com certeza, sou a execução do plano de Deus.
Quando ele me fez, quando nasci... Ele alegrou-se! E hoje, glorifico o Seu nome.

Não espero glórias de homens, nem mãos nos meus ombros, como gesto de amparo, nem "sorrisos denotando sinceridade" - há exceções, creio em sinceras amizades -, apesar das muitas traições, o meu mel, não se transformou em fel... Ficou apurado!

Acarinho a quem precisa, dou sempre uma palavra a quem a busca, não deixo de olhar dentro dos olhos dos meus inimigos, e, sorrir... Não de escárnio, mas, como arma poderosa em Cristo, para vencê-los - o sorriso desestrutura o mal -. O meu falar é livre, eu sou livre! Mesmo que me queiram cativa!

Não me preocupo em agradar ou não! Sou o que sou, e quem me amar, será pelo que sou e não pelo que desejam que eu seja.

Não me vendo! Quem pode comprar-me?

Quem daria seu sangue por mim? Quem me daria tão imensa prova de amor? Ele é minha suficiência, sou dependente Dele!...

EstherRogessi.Crônica:Um Brinde a Mim!!!
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/um-brinde-a-mim

Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Voo Azul (Poesia Loucura)



Vôo azul
Céu anil
Imagem de encantamento
Real ou irreal?
Linda imagem de um...
Vôo contra o vento!
Inversão de visão,
Perplexidade..., maldade.
Ferida em mim se abriu
O caçador
Predador
Dor... Atrocidade.
Ao bem não serviu!
Vi um ser vil!
Contemplando o céu anil
Vôo azul no azul do céu
Alçou vôo quem livre estava
Alcançou-a no livre vôo
Da palma da mão
Fez prisão!
Interditou o seu vôo
Vi o vil ser não servir
Por prender o livre ser...

EstherRogessi. Voo Azul: Poesia Loucura.23/11/09.
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/voo-azul-poesia-loucura
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

A TERAPIA DAS LETRAS (Artigo)


Admirável arte é a de escrever... Escrever bem, estruturar. O escritor, tanto quanto , qualquer profissional, deve zelar por sua ferramenta de trabalho.

Estive a observar o pedreiro que reformava parte da minha casa... Observei o seu zelo, pela limpeza de suas ferramentas a cada término de jornada trabalhista diária. Ele sabe o quanto precisa de cada uma delas! É de suma importância a perfeita conservação de cada ferramenta.

Analisei sobre a arte de escrever. Do que isto representa. A responsabilidade de tornar público, trazer a luz o que é gerado em nós... Sim! Gerado em nós!
A menor frase... Não pode ser à toa. Tem que ter um sentido! Edificação! Não importa o gênero... forma, performance! Tem que construir algo... vindo a luz, é para iluminar! Fazer a diferença, guiar, direcionar, curar, fazer rir, chorar... Mesmo às lágrimas, devem ser curadoras.

Cada escrito nosso é um filho que parimos!...
A boa mãe – o poeta não tem sexo – acaricia o filho mesmo dentro do seu ventre, conversa baixinho em declarações de amor, canta cantigas de ninar... E sonha com tudo de bom, para a vida que está sendo gerada em si. E deseja ardentemente que este venha ao mundo para edificação.

A nossa ferramenta de trabalho são as letras! Elas podem mudar o mundo! Depende de quem as usa... Temos esse poder divino! O mundo está ao alcance dos nossos dedos... Edifiquemos!

Preocupemo-nos em dar o nosso melhor. Não percamos tempo em comparações, ou anseio em sermos, tal qual , alguém que admiramos. Cada um de nós tem um valor inestimável, devemos isto a Deus !

A escrita é uma forma de terapia, produz cura! Porém, não da forma que alguns vêm. Deixando-se transparecer em desabafos descabidos, expondo negatividade...

Desabafar não é poetizar! O poeta transforma um desabafo em poesia, jamais vice-versa.

Há mães que costumam repassar para os filhos a amargura de suas vidas, e , se esquecem de viver por insistirem em reviver os sofrimentos passados. É sempre a mesma história... Um risco para quem as ouve, de se tornar igualmente amargos e rancorosos.

Façamos da escrita uma arte – edificação – . Admirável é a amizade do escritor, poeta, pelas letras. “Estruturemos Vidas Através das Letras”


EstherRogessi.Escritora.UBE. Mat.3963.Artigo: A TERAPIA DAS LETRAS.28/10/09.
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/a-terapia-das-letras

Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Nascer do Amor... Nascer do Horror!...(Prosa Poética):



Nascimento planejado,
esperado, desejado...
Detalhei tua chegada em mim fizeste morada,
de bom gosto te acolhi!
Escolhi o teu vestir, conheci teu conceber...
O teu corpo ainda informe... Carne da minha carne,
sangue do meu sangue, que em meus braços sonhei ter!
Alimentei-te por minha boca, te fiz beber de mim...
Conheceste o meu profundo sem que nada percebesses...
Peixinho do meu aquário,
Tântalo dentro de mim!
És meu filho, és meu fruto, minha continuidade enfim...
A grande dor do teu nascer... fez-me a vida perder,
dando-te vida... Ganhaste!
E, a minha vida perdi...


EstherRogessi.Prosa: Nascer do Amor... Nascer do Horror!...28/10/09
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Um Ser Díspare



Disparidade...
Do forte ao cândido,
sentimentos contidos em cada ser:
Vida, morte
alegria, lamento
vencer, perder e ganhar perdendo...
Perder ganhando não é vencer!
Chegar, partir,liberdade de ir e vir!
Ódio, amor... odiar amar a quem não se quer amar...
Morrer em vida por amar quem não se pode ter!
Disparidade,multiplicidade...
Incongruência existe em cada ser,
Ora, sou...ora,deixo de ser!
Amo te amar e odeio te perder!

EstherRogessi.Poema:Um Ser Díspare. 29/10/09
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

RAIA O SOL APÓS CADA TEMPESTADE


Assim, é o ser humano. Apega-se a coisas e pessoas... Cria raízes!

Terra fértil sempre pronta a produzir, a fazer brotar... Boa terra!

Bons frutos dela saem e os que bons não são... Faz parte! Assim são as árvores, por melhores que lhes sejam os frutos haverá sempre alguns, que, não passarão na seleção. Porém, o seu objetivo é bom! É servir! Saciar a fome, produzir aconchego e descanso.

Também é nascente... A saciar a sede em ouvir, aprender, apreender, semear, se alegrar em ver o jovem broto surgir, a viçosa mudinha, resultante de sua obra: ‘A Semeadura’ ,que requer dedicação, crédito e esperança... De repente, sem que saibamos o porquê, vem a formiga a destruir o belo: os nossos sonhos, quando não... A água! A inundação! A enchente arrasta o concreto, os nossos planos, sonhos... No momento não entendemos, pois, a dor da aparente perda, não nos deixa ver além, na mesma direção do angular de Deus!

Deus! Que jamais agirá inconseqüentemente...

O tempo, que julgamos ter perdido, em construção de algo, e que as águas, sem aviso prévio arrebataram de nós, levando-nos o que julgávamos nosso, deixou-nos incutido o aprendizado que jamais, será arrastado pelas águas, nem extinto pelo fogo; a boa árvore será sempre frutífera e estará propensa após cada poldagem a dar novos frutos: serôdios e temporãos... Alimentará sempre a quem a ela vier e o desejar.

A argila precisa de água para ser moldada! E logo após, do fogo para se tornar resistente e capacitada a receber em si... Sem desmanchar!...



EstherRogessi. Mensagem Reflexiva:Raia o Sol Após Cada Tempestade. 01/11/09.
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/raia-o-sol-apos-cada
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Quem sou eu

Minha foto
Baronesa da Gothia Rogessi de A. Mendes (EstherRogessi). Pernambucana, outorgada com Título Nobiliárquico - Alta Insígnia BARONESA DA GOTHIA da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, DAMA COMENDADORA da Real Ordem dos Cavaleiros e Damas Rei Ramiro de Leão. Comendadora pelo CONINTER ARTES.. Escritora UBE/SP; Embaixadora da Paz (FEBACLA); Artista plástica, Membro Correspondente de várias Academias de Letras e Artes Nacionais e Internacionais. Consulesa e Comendadora. Tem escritos publicados em Antologias e Revistas Virtuais, no Brasil e exterior. Publicou o seu primeiro livro solo, pela Editora Literarte intitulado "Conflitos de uma alma" Romance ISBN 978-8-5835200-8-5 EstherRogessi recebeu várias premiações nacionais e internacionais.

Tesouros Escondidos...