segunda-feira, 8 de março de 2010

DE MULHER PARA MULHER


Muito se fala, homenageia, se escreve, se descreve e poetisa, sobre essa, que foi, é e será... Musa, lira, verso, reverso, controverso... Ode!

Mulher! Equilíbrio e loucura.

Natureza, mãe-terra, Gaia, oxigênio, vida, morte, desdita e sorte.
Início e fim, o bom e ruim. O fio da costura, o rasgo do saco, o arremate, o grito e o engasgo!
Da navalha o fio, do sedento o desafio... MULHER!
Beleza, realeza, atenção, distração, sedução... Perdição.
O brilho que seduz...! A trilha das trevas e o caminho à luz...

Nesse dia, esqueçamos da trilha e falemos do caminho... De uma mulher especial nesse dia ‘especial da mulher’... Maria, a Virgem de Deus, caminho para o Caminho. Bendita para sempre és!

Falemos de Ana, a Ana de Elcana. A mulher doação. Que esperou longamente pela concretização de um sonho, para quando, de posse desse, o ofertar ao Senhor... e, assim, alcançou a recompensa de tê-lo multiplicado ( seus filhos).

Falemos de Joana D’arc. Mulher simples de unhas cortadas rentes, mulher- campestre, camponesa brava, guerreira, vencedora, libertadora, líder, que empunhou bem e bem conviveu com o fio da espada. Até quando se esqueceu, que, ela tem dois gumes... E, que a missão para a qual, Deus a reservou..., tinha um tempo de início e fim, não poderia ir além nem aquém do seu determinar.
Hora de seguir é para prosseguir e hora de parar é para se prostar!

O que permanece na linha depois do trem partir, consequentemente, será esmagado.

Mortos não louvam a Deus. É covardia fugir do inevitável, não se resolve situações fugindo delas, no máximo se consegue retardá-las; é sabedoria preservar a vida para dedicá-la por mais tempo a uma causa...!
O fanatismo é sinônimo de loucura. Deus é sábio!

Mulheres mártires!
De outrora, de um passado bem-passado, mau- passado, ou, do presente.
Mártires por amor a Deus, ou a outro deus seu.

Acordem mulheres!
Os deuses deste século não nos ama, tanto quanto, Deus! E, este, nos quer vivas para a Sua glória!

Liberdade mesmo que tardia!


EstherRogessi.Escritora UBE Mat.9363.Crônica: De Mulher Para Mulher.07/03/10
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Baronesa da Gothia Rogessi de A. Mendes (EstherRogessi). Pernambucana, outorgada com Título Nobiliárquico - Alta Insígnia BARONESA DA GOTHIA da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, DAMA COMENDADORA da Real Ordem dos Cavaleiros e Damas Rei Ramiro de Leão. Comendadora pelo CONINTER ARTES.. Escritora UBE/SP; Embaixadora da Paz (FEBACLA); Artista plástica, Membro Correspondente de várias Academias de Letras e Artes Nacionais e Internacionais. Consulesa e Comendadora. Tem escritos publicados em Antologias e Revistas Virtuais, no Brasil e exterior. Publicou o seu primeiro livro solo, pela Editora Literarte intitulado "Conflitos de uma alma" Romance ISBN 978-8-5835200-8-5 EstherRogessi recebeu várias premiações nacionais e internacionais.

Tesouros Escondidos...