sexta-feira, 24 de setembro de 2010

INTERPRETAÇÃO TEXTUAL



Bem, como disse em outra abordagem: "cada um dar o que tem e o que recebe, o faz, com o coração que tem"- isto, concernente a interpretação textual-. É fato que o leitor, comumente, ao ler um texto, procura interpretá-lo de acordo com os seus sentires momentâneos. Como que, esse - o texto- se moldasse a sentires diversos. Podemos até admitir que assim seja - se faz bem a alma-, tudo bem! Porém, não devemos esquecer-nos do perigo existente em não alcançarmos a " interpretação textual proposta pelo autor."

Não esqueçamos do acontecimento que marcou a literatura alemã através de Johann Wofgang Von Goethe, 1749-1832, quando através do personagem principal do seu romance "Os Sofrimentos do Jovem Werther". “Werther”, um jovem que suicidou-se por amor e, que desencadeou nos jovens daquela geração - não só na Alemanha -, por onde o livro passou, incontável número de suicídios, que levaram o “papa” a tomar a extrema medida de colocar o romance de Goethe no Índice dos livros proibidos.

O próprio amigo de Goethe suicidou-se.
Diante deste fato marcante o autor disse: "Onde eu me sentia liberto e aliviado, porque havia transformado a realidade em poesia, meus amigos se enganaram, acreditando que se devia transformar a poesia em realidade."

– Eis o perigo de não analisarmos coerentemente uma mensagem textual, e, procurarmos entender primeiro, os sentires do autor, para então, darmos vazão, aos nossos sentires.
O maravilhoso de tudo isso, é que, cada qual, dentro da proposta textual lhes apresentada, pode enxergar algo diferente que, no entanto, de forma alguma, deverá distar do proposto autoral.

EstherRogessi. Artigo:INTERPRETAÇÃO TEXTUAL. Categoria: Narrativa.24/09/10 Imagem Web.
Arte: By EstherRogessi



Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License</</body>

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Baronesa da Gothia Rogessi de A. Mendes (EstherRogessi). Pernambucana, outorgada com Título Nobiliárquico - Alta Insígnia BARONESA DA GOTHIA da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, DAMA COMENDADORA da Real Ordem dos Cavaleiros e Damas Rei Ramiro de Leão. Comendadora pelo CONINTER ARTES.. Escritora UBE/SP; Embaixadora da Paz (FEBACLA); Artista plástica, Membro Correspondente de várias Academias de Letras e Artes Nacionais e Internacionais. Consulesa e Comendadora. Tem escritos publicados em Antologias e Revistas Virtuais, no Brasil e exterior. Publicou o seu primeiro livro solo, pela Editora Literarte intitulado "Conflitos de uma alma" Romance ISBN 978-8-5835200-8-5 EstherRogessi recebeu várias premiações nacionais e internacionais.

Tesouros Escondidos...