domingo, 7 de novembro de 2010

CARTA ABERTA À SILVIA (PALAVRAS DE VIDA)

Querida amiga Silvia,
A vida nos permite adquirir experiências edificantes, quer através de risos ou de lágrimas...
Tendem a somar na edificação de nossas almas. Todas são válidas, costumo beber até a última gota do cálice... Quer seja o vinho suave ou seco, se assim não fora, como saberia discernir-lhes o paladar?
Lendo o recado que postaste em minha página - sempre de forma respeitosa e fraterna -, meditei nas tuas palavras:

"--Esther,
Quem me dará a mão quando do mundo não restar nada...
Quem me mostrará a luz quando meus olhos estiverem cansados da escuridão...
Quem me trará água quando minha boca estiver sedenta...
Quem me mostrará a esperança quando meu mundo estiver tomado de desilusões...
Quem me ouvirá e me dará bons conselhos quando o mundo se fizer de surdo e se calar...
Quem atenderá ao telefone quando minhas mãos tremerem ao discar o número...
Quem irá ouvir meus gritos de socorro e virá me acudir...
Somos fiéis a nossa amizade!
Poderemos estar na beira do abismo
Mas jamais soltaremos as mãos.
Mãos unidas por um forte laço
Chamado AMIZADE
Duas amigas,
Duas almas
Seguindo
Um mesmo caminho...
Grata por estar ao meu lado.
Tu és um anjo em minha vida!
Te amo! Silvia."

Em tempo: Bom final de semana"

– Como disse anteriormente, às muitas experiências que a vida me tem concedido, leva-me a crer, fielmente, que em momento algum, jamais estarei só!
Tenho uma mão que jamais me faltará e, seja qual for a circunstância... estará sempre comigo! Aprendi a não confiar em braços de carne, com Ele, venço o mundo;
Os meus olhos jamais cansarão da escuridão, pois, quem anda na LUZ não tropeça;
Quando eu sentir sede irei ao CAMINHO, a verdadeira FONTE;
As desilusões da vida são passageiras, N’Ele está a esperança;
Aprendi a amar o silêncio e por ele ansiar... Para que, assim, eu O ouça e me deleite em SUA presença. A Sua disponibilidade, para com tantos quantos, O busquem, é eterna;
Quando faltar o telefone; quando eu precisar de socorro... Elevarei os meus olhos para o céu e o meu socorro virá de Deus...!

Amiga, essa é a minha fé, assim procuro viver e não tenho me decepcionado com o Deus que sirvo, Ele honra aos que LHE honra.
Como diz Gandhi em uma das inúmeras frases a ele concedida pelo DIVINO – pois toda boa dádiva, todo dom perfeito, vem do alto, do Pai das luzes, onde não há sombra nem variação ( Bíblia Sagrada): “O homem sem religião é como que um barco sem leme.”
Creia: se tens a Ele, nada poderá te abater, o que N’Ele crer será tal qual, coqueiro: diante das tempestades e ventos fortes, se enverga, desce até o chão, porém, passado o momento, se ergue brilhante e fortalecido, pois, não importa a queda, mas a forma como nos levantamos depois dela!

Fraternalmente:
EstherRogessi.


Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License</</body>

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Baronesa da Gothia Rogessi de A. Mendes (EstherRogessi). Pernambucana, outorgada com Título Nobiliárquico - Alta Insígnia BARONESA DA GOTHIA da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, DAMA COMENDADORA da Real Ordem dos Cavaleiros e Damas Rei Ramiro de Leão. Comendadora pelo CONINTER ARTES.. Escritora UBE/SP; Embaixadora da Paz (FEBACLA); Artista plástica, Membro Correspondente de várias Academias de Letras e Artes Nacionais e Internacionais. Consulesa e Comendadora. Tem escritos publicados em Antologias e Revistas Virtuais, no Brasil e exterior. Publicou o seu primeiro livro solo, pela Editora Literarte intitulado "Conflitos de uma alma" Romance ISBN 978-8-5835200-8-5 EstherRogessi recebeu várias premiações nacionais e internacionais.

Tesouros Escondidos...